terça-feira, 2 de novembro de 2010

RIFONEIRO DIVINO - Carlos Drummond de Andrade


Responde, por favor: Deus é quem sabe?
Sabe Deus o que faz?
Deus dá o pão, não amassa a farinha?
Deus o dá, Deus o leva?
Pertence-lhe o futuro?
Deu te dá saúde? Deus ajuda
a quem cedo madruga?
Será que Deus não dorme?
E é Deus por todos, cada um por si?
Deus consente, mas nem sempre? Deus
perdoa, Deus castiga?
Deus me livra ou salva?
Deus vê o que o Diabo esconde?
De hora em hora Deus melhora?
Mas é se Deus quiser?
E Deus quer?
Deus está em nós? E nós,
responde, estamos nele?

                                  Imagem: desenho do poeta sírio-libanês Gibran Khalil Gibran.

2 comentários:

  1. Oi, Telma.
    Adoro Drummond, viva ele nos seus 108 anos de poesia.
    Beijinhos

    ResponderExcluir